Web em alta. Nova York troca orelhões por Wi-fi

Nova York troca orelhões por Wi-fi

Se algum mortal tinha dúvidas sobre a força da internet fora do País, essa é pra tirar todas as dúvidas. Na busca pela conexão de todos, espera-se que na cidade de Nova York sejam instalados até o fim do mês cerca de 500 hot spots de Wi-fi para que todos se conectem na internet pelas ruas da cidade, substituindo os orelhões. No lugar desses equipamentos antigos, serão colocados tablets com acesso permanente à internet e possibilidade de chamadas telefônicas gratuitas.

A velocidade prometida é de 1000 MB/s, o que significa que esse modelo será muito superior aos hoje existentes na telefonia móvel, o que fará mudar totalmente o comportamento de toda a web. Aqui no Brasil, ainda não se pensa numa medida tão intensa, mas já temos elementos que ajudam a melhorar o acesso à internet por aqui. Na orla do Rio de Janeiro, é possível ter acesso à rede Wi-fi pública.

 

Wi-fi liberado pode mudar o comportamento de todos nos próximos anos

 

Com a facilidade do acesso e a democratização cada vez maior da web, é muito importante saber que todas essas mudanças farão enormes mexidas no comportamento da sociedade, quanto à forma de relacionar entre si e também em hábitos como o de consumo, por exemplo. Com tanta facilidade, é improvável que algo seja decidido sem a presença da internet.

Novos sites deverão começar, novos sistemas operar, muitos serviços de aplicativos serão descobertos e todos deverão estar preparados para o crescimento. No Brasil, para se ter uma ideia, a presença das redes de varejo nos e-commerces, por exemplo, só representa 3% da presença das marcas. Com as novidades dos próximos momentos, é natural que todos precisem olhar esse setor com mais carinho. As hospedagens de site, por exemplo, precisarão contar com a capacidade de ampliação necessária para atender a demanda que está surgindo, com pessoas a cada dia mais conectadas e mais dentro da lógica de consumo on-line.

Enquanto isso, no Brasil, discute-se a imposição de limitações no uso da banda larga.