Sites que não existem mais e deixaram saudade – Parte 2

Como já falamos aqui anteriormente, há sites que não existem mais e deixaram saudade . Foram desativados ao longo dos anos, por inúmeros motivos, e os mantemos na memória por que ainda esperamos que eles – quem sabe – um dia voltem.

Quais são os sites que não existem mais e deixaram saudade?

Os sites que não existem mais e deixaram saudade são aqueles que em um dado momento eram muito acessados, alguns extremamente famosos, como alguns navegadores, sites das primeiras redes sociais e sites de entretenimento, mas que após algum tempo e com as novas tecnologias, foram ficando para trás, e foram desativados.

Sites Sumidos

Existe um site chamado archive.org que coleciona alguns desses sites e mostra ao público os sites que não existem mais e deixaram saudade.

Quais são estes sites que deixaram saudade?

Um bom exemplo é o buscador brasileiro Cadê;, que era muito usado em nosso país e até no mundo inteiro e que um dia foi extinto e comprado pelo Yahoo. Era um buscador muito semelhante ao Google, onde se podia buscar imagens, textos e sites. No início da popularização da Internet no país, muitos brasileiros usavam o Cadê diariamente em suas buscas pela Internet.

Para aqueles que gostam de uma Web cam, existe o que é considerado o site mais antigo de Web cam em funcionamento. Este site pode ainda ser acessado, pois ainda está no ar, mas é considerado um fóssil vivo da internet.

O site The San Francisco Fog Cam foi criado por estudantes e está até hoje no ar. Talvez em alguns computadores seja mais complicado acessar este site, por conta de ser muito antigo, mas o fato é que ele existe e ainda está em funcionamento.

O site da Netscape é um dos mais antigos da Internet. Ele era um navegador muito usado em determinada época, mas desde 2002 foi perdendo a força. Um dado interessante é que ele ensinava aos seus usuários como usar os hiperlinks, coisa que hoje soa completamente óbvio, mas naquela época, como era o começo do uso da Internet, muitas pessoas desconheciam o modo como usar um navegador e como fazer buscas ou usar os sites.

Outro curioso site é o chamado Pudim, e é de criação brasileira. Ele apresenta a foto de um pudim e, aparentemente, é apenas esta foto. O site foi desativado em 2002 também.

Alguns sites até podem continuar existindo, mas sentimos saudades de suas versões antigas. Elas podem ser recuperadas através do cache do Google, que armazena muitas informações que não mais circulam, e estão ali apenas para o caso de alguém procurar. É como um grande banco de dados que armazena páginas antigas e arquivos do passado.

Além do conhecido cache do Google, há outros sites que trabalham apenas com a escavação de coisas antigas e perdidas no espaço da Web. Estes sites de busca servem como uma forma de garimpar coisas que não são mais acessadas e não aparecem mais nos topos das listas.

São como cemitérios de coisas que se perderam no tempo, seja por falta de uso, seja por esquecimento de seus usuários em alimentar tais sites. Um exemplo destes sites é o Webcite. Ele busca por arquivos perdidos e esquecidos. Entrar nesse tipo de site pode te deixar com saudades.

Como visitar estes sites que não existem mais e deixaram saudade?

Para visitar um site antigo, é preciso antes de tudo lembrar do seu nome. Muitos destes sites estão tão profundamentes guardados em bancos de dados que não é fácil encontrá-los.

Outra forma interessante de buscar estes sites é através de matérias que recuperam a memória da Internet, como esta que você está lendo. Através de recuperações de memórias, é possível fazer uma nova visita a estes locais esquecidos e relembrar dos sites que não existem mais e deixaram saudade.