PHP 7 e as inovações da versão 7.3

A expectativa dos programadores com o PHP 7.3 é utilizar um código que permita uma melhor performance da linguagem. Para isso, as atualizações são feitas com a finalidade de incluir recursos e remover funcionalidades obsoletas.

É comum acontecerem algumas depreciações na sintaxe da linguagem. A vantagem das novas versões é, justamente, corrigir estes erros e aumentar o desempenho, normalmente através de novidades.

Houve grande expectativa dos desenvolvedores a respeito dessa versão e, quando ela foi lançada, em 2018, os profissionais puderam se beneficiar das inúmeras melhorias e funções implementadas na linguagem. Com correções de bugs, atribuições de referências, parâmetros adicionais, lançamento de exceções em erros, mais legibilidade e flexibilidade, essa versão do PHP agradou bastante. Confira as novidades!

O que chega de novo com o PHP 7.3?

O PHP 7.3 permite usar list() como uma atribuição de referência, algo que não era possível até então, permitindo uma nova sintaxe. Assim, as listas podem ficar aninhadas.

Com json_decode e json_encode, foram lançadas as exceções de erros, mas o tratamento não é o mais adequado, como esperado. Dependendo da codificação e decodificação para NULL, por exemplo, o resultado pode ser válido ou inválido. O retorno pode ser de erro global.

A forma de corrigir o problema no PHP 7.3 foi incluir JSON_THROW_ON_ERROR, uma flag usada com o json_decode(). Assim, há uma alteração da função em caso de erro. Também é possível perceber o surgimento da exception JsonException, mesmo assim não há modificação do erro global.

Outra novidade do PHP 7.3 é o is_countable(), uma função que foi criada com o objetivo de facilitar a vida dos desenvolvedores, principalmente no que se trata do Warning, que precisava ser evitado com um código específico na versão anterior. Agora, basta declarar False ou True no retorno de um objetivo, indicando se é incontável ou contável. A sintaxe ficou bem mais simplificada agora!

Nowdoc e Heredoc também ficam de fora das preferências dos desenvolvedores porque possuem sintaxe limitada e complicada. Essas sintaxes foram alteradas na versão PHP 7.3, para indentar o marcador de fechamento e para que o novo requisito de linha seja removido, depois do marcador de fechamento. Isso facilita a leitura, principalmente para indentar o código.

A sintaxe sofreu mais modificações na versão PHP 7.3. Depois do marcador de fechamento, por exemplo, é preciso quebrar a linha.

Também é possível verificar todos os métodos que já estão nos planos para serem removidos, porque estão depreciados. Para chamadas de função e método, a novidade é o trailing comma, recurso que permite colocar vírgulas à direita, principalmente para trabalhar com linhas individuais no código.

O PHP 7.3 pode ser usado para diversos projetos, para hospedagem Linux e Windows. As otimizações de back-end e performance foram bastante positivas nesta versão.

Antes de fazer a migração para a versão 7.3, é importante realizar os testes exigidos, a fim de verificar se existem incompatibilidades.

Conheça a Target Host!

A Target Host é uma empresa de hospedagem de sites, computação em nuvem e registro de domínios, que está sempre atualizada em relação aos principais releases PHP, disponibilizando para seus clientes as versões mais recentes e qualificadas.

Além disso, a Target Host conta com o melhor painel de controle, disponível em português, soluções de internet, revenda de hospedagem e muitos outros serviços especializados. Os clientes podem contratar diferentes planos de hospedagem, com direito a certificado SSL grátis.

Para saber mais, basta entrar em contato com a central de vendas em São Paulo ou no Rio de Janeiro!